20 de Abril de 2024 ACESSIBILIDADE: A+ A-

Notícias

Prefeitura de Boqueirão e Senar capacita agricultores com a produção de cajuína e derivados do caju

A iniciativa visa o fortalecimento e aumento da cadeia produtiva local. A capacitação, qualificou os agricultores e é uma oportunidade de gerar renda.

A Prefeitura de Boqueirão do Piauí, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-PI), realizou o curso de produção de cajuína e derivados do caju para agricultores familiares do município.

A iniciativa visa o fortalecimento e aumento da cadeia produtiva local. A capacitação, qualificou os agricultores e é uma oportunidade de gerar renda.

A Prefeita Genir Ferreira acompanhou o curso e destacou a importância da qualificação para os agricultores locais. “O senar tem contribuído muito com a nossa gestão e hoje, fiquei encantada com o resultado do curso e com a variedade de produção a partir do caju. São 15 agricultores que estão qualificados e podem empreender gerando renda para o nosso município”, disse a prefeita.

A instrutora do Senar Silvia Almeida destaca a importância do treinamento, “Foi de muito aprendizado para os agricultores. Do caju nós podemos fazer a cajuína e após extrair o suco, sobra os subprodutos que chamamos de bagaço, que nós podemos fazer pizza, torta, farofa, carne de caju, o doce, o vinho, o licor, o mel, e o suco natural. Aqui é apenas o inicio de um projeto futuro”, disse a instrutora.

O secretário de Agricultora Jedalias Abreu agradeceu a parceria com o Senar. “Daqui já começa a surgir projetos futuros na área da cajucultura e seus derivados. Era um sonho esse curso porque a gente vinha a poupa do caju sendo desperdiçada e com essa capacitação, o conhecimento adquirido será multiplicado para outros agricultores e a gente pode está aproveitando essa riqueza que é o caju em nosso município”, destaca o secretário.

O senhor Costa é agricultor e já fabrica cajuína de forma artesanal em sua propriedade e teve a oportunidade de adquirir uma qualificação para melhorar a produção. “Eu fazia sem saber direito, e agora vai melhorar muito mais, a gente aprendeu e vai longe essa parceria. Eu só tenho que agradecer estou muito feliz em participar”, comemora o agricultor.

“A gente que é do campo, nasceu na roça e é apaixonado pela agricultura vínhamos nosso caju sendo desperdiçado porque não sabíamos como processar e esse curso surgiu e a gente agarrou a oportunidade de sair daqui qualificado porque o caju é uma riqueza”, comemorou João Batista, que participou do curso.

Todos os alunos receberão certificado de qualificação profissional através do Senar.

Fonte: ASCOM